8a. semana/22-28/Fev/09

22/Fevereiro – Domingo

Romanos 15

Rom 15:1 Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos.

Rom 15:2 Portanto cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificação.

Rom 15:3 Porque também Cristo não agradou a si mesmo, mas, como está escrito: Sobre mim caíram as injúrias dos que te injuriavam.

Rom 15:4 Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança.

Rom 15:5 Ora, o Deus de paciência e consolação vos conceda o mesmo sentimento uns para com os outros, segundo Cristo Jesus.

Rom 15:6 Para que concordes, a uma boca, glorifiqueis ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.

Rom 15:7 Portanto recebei-vos uns aos outros, como também Cristo nos recebeu para glória de Deus.

Rom 15:8 Digo, pois, que Jesus Cristo foi ministro da circuncisão, por causa da verdade de Deus, para que confirmasse as promessas feitas aos pais;

Rom 15:9 E para que os gentios glorifiquem a Deus pela sua misericórdia, como está escrito: Portanto eu te louvarei entre os gentios, E cantarei ao teu nome.

Rom 15:10 E outra vez diz: Alegrai-vos, gentios, com o seu povo.

Rom 15:11 E outra vez: Louvai ao Senhor, todos os gentios, E celebrai-o todos os povos.

Rom 15:12 Outra vez diz Isaías: Uma raiz em Jessé haverá, E naquele que se levantar para reger os gentios, Os gentios esperarão.

Rom 15:13 Ora o Deus de esperança vos encha de todo o gozo e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo.

Rom 15:14 Eu próprio, meus irmãos, certo estou, a respeito de vós, que vós mesmos estais cheios de bondade, cheios de todo o conhecimento, podendo admoestar-vos uns aos outros.

Rom 15:15 Mas, irmãos, em parte vos escrevi mais ousadamente, como para vos trazer outra vez isto à memória, pela graça que por Deus me foi dada;

Rom 15:16 Que seja ministro de Jesus Cristo para os gentios, ministrando o evangelho de Deus, para que seja agradável a oferta dos gentios, santificada pelo Espírito Santo.

Rom 15:17 De sorte que tenho glória em Jesus Cristo nas coisas que pertencem a Deus.

Rom 15:18 Porque não ousarei dizer coisa alguma, que Cristo por mim não tenha feito, para fazer obedientes os gentios, por palavra e por obras;

Rom 15:19 Pelo poder dos sinais e prodígios, na virtude do Espírito de Deus; de maneira que desde Jerusalém, e arredores, até ao Ilírico, tenho pregado o evangelho de Jesus Cristo.

Rom 15:20 E desta maneira me esforcei por anunciar o evangelho, não onde Cristo foi nomeado, para não edificar sobre fundamento alheio;

Rom 15:21 Antes, como está escrito: Aqueles a quem não foi anunciado, o verão, E os que não ouviram o entenderão.

Rom 15:22 Por isso também muitas vezes tenho sido impedido de ir ter convosco.

Rom 15:23 Mas agora, que não tenho mais demora nestes sítios, e tendo já há muitos anos grande desejo de ir ter convosco,

Rom 15:24 Quando partir para Espanha irei ter convosco; pois espero que de passagem vos verei, e que para lá seja encaminhado por vós, depois de ter gozado um pouco da vossa companhia.

Rom 15:25 Mas agora vou a Jerusalém para ministrar aos santos.

Rom 15:26 Porque pareceu bem à Macedônia e à Acaia fazerem uma coleta para os pobres dentre os santos que estão em Jerusalém.

Rom 15:27 Isto lhes pareceu bem, como devedores que são para com eles. Porque, se os gentios foram participantes dos seus bens espirituais, devem também ministrar-lhes os temporais.

Rom 15:28 Assim que, concluído isto, e havendo-lhes consignado este fruto, de lá, passando por vós, irei à Espanha.

Rom 15:29 E bem sei que, indo ter convosco, chegarei com a plenitude da bênção do evangelho de Cristo.

Rom 15:30 E rogo-vos, irmãos, por nosso Senhor Jesus Cristo e pelo amor do Espírito, que combatais comigo nas vossas orações por mim a Deus;

Rom 15:31 Para que seja livre dos rebeldes que estão na Judéia, e que esta minha administração, que em Jerusalém faço, seja bem aceita pelos santos;

Rom 15:32 A fim de que, pela vontade de Deus, chegue a vós com alegria, e possa recrear-me convosco.

Rom 15:33 E o Deus de paz seja com todos vós. Amém.

Romanos 16

Rom 16:1 Recomendo-vos, pois, Febe, nossa irmã, a qual serve na igreja que está em Cencréia,

Rom 16:2 Para que a recebais no Senhor, como convém aos santos, e a ajudeis em qualquer coisa que de vós necessitar; porque tem hospedado a muitos, como também a mim mesmo.

Rom 16:3 Saudai a Priscila e a Áqüila, meus cooperadores em Cristo Jesus,

Rom 16:4 Os quais pela minha vida expuseram as suas cabeças; o que não só eu lhes agradeço, mas também todas as igrejas dos gentios.

Rom 16:5 Saudai também a igreja que está em sua casa. Saudai a Epêneto, meu amado, que é as primícias da Acáia em Cristo.

Rom 16:6 Saudai a Maria, que trabalhou muito por nós.

Rom 16:7 Saudai a Andrônico e a Júnias, meus parentes e meus companheiros na prisão, os quais se distinguiram entre os apóstolos e que foram antes de mim em Cristo.

Rom 16:8 Saudai a Amplias, meu amado no Senhor.

Rom 16:9 Saudai a Urbano, nosso cooperador em Cristo, e a Estáquis, meu amado.

Rom 16:10 Saudai a Apeles, aprovado em Cristo. Saudai aos da família de Aristóbulo.

Rom 16:11 Saudai a Herodião, meu parente. Saudai aos da família de Narciso, os que estão no Senhor.

Rom 16:12 Saudai a Trifena e a Trifosa, as quais trabalham no Senhor. Saudai à amada Pérside, a qual muito trabalhou no Senhor.

Rom 16:13 Saudai a Rufo, eleito no Senhor, e a sua mãe e minha.

Rom 16:14 Saudai a Asíncrito, a Flegonte, a Hermes, a Pátrobas, a Hermas, e aos irmãos que estão com eles.

Rom 16:15 Saudai a Filólogo e a Júlia, a Nereu e a sua irmã, e a Olimpas, e a todos os santos que com eles estão.

Rom 16:16 Saudai-vos uns aos outros com santo ósculo. As igrejas de Cristo vos saúdam.

Rom 16:17 E rogo-vos, irmãos, que noteis os que promovem dissensões e escândalos contra a doutrina que aprendestes; desviai-vos deles.

Rom 16:18 Porque os tais não servem a nosso Senhor Jesus Cristo, mas ao seu ventre; e com suaves palavras e lisonjas enganam os corações dos simples.

Rom 16:19 Quanto à vossa obediência, é ela conhecida de todos. Comprazo-me, pois, em vós; e quero que sejais sábios no bem, mas simples no mal.

Rom 16:20 E o Deus de paz esmagará em breve Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja convosco. Amém.

Rom 16:21 Saúdam-vos Timóteo, meu cooperador, e Lúcio, Jasom e Sosípatro, meus parentes.

Rom 16:22 Eu, Tércio, que esta carta escrevi, vos saúdo no Senhor.

Rom 16:23 Saúda-vos Gaio, meu hospedeiro, e de toda a igreja. Saúda-vos Erasto, procurador da cidade, e também o irmão Quarto.

Rom 16:24 A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém.

Rom 16:25 Ora, àquele que é poderoso para vos confirmar segundo o meu evangelho e a pregação de Jesus Cristo, conforme a revelação do mistério que desde tempos eternos esteve oculto,

Rom 16:26 Mas que se manifestou agora, e se notificou pelas Escrituras dos profetas, segundo o mandamento do Deus eterno, a todas as nações para obediência da fé;

Rom 16:27 Ao único Deus, sábio, seja dada glória por Jesus Cristo para todo o sempre. Amém.

 

23/Fevereiro – 2a.feira

Genesis 28

Gen 28:1 E Isaque chamou a Jacó, e abençoou-o, e ordenou-lhe, e disse-lhe: Não tomes mulher de entre as filhas de Canaã;

Gen 28:2 Levanta-te, vai a Padã-Arã, à casa de Betuel, pai de tua mãe, e toma de lá uma mulher das filhas de Labão, irmão de tua mãe;

Gen 28:3 E Deus Todo-Poderoso te abençoe, e te faça frutificar, e te multiplique, para que sejas uma multidão de povos;

Gen 28:4 E te dê a bênção de Abraão, a ti e à tua descendência contigo, para que em herança possuas a terra de tuas peregrinações, que Deus deu a Abraão.

Gen 28:5 Assim despediu Isaque a Jacó, o qual se foi a Padã-Arã, a Labão, filho de Betuel, arameu, irmão de Rebeca, mãe de Jacó e de Esaú.

Gen 28:6 Vendo, pois, Esaú que Isaque abençoara a Jacó, e o enviara a Padã-Arã, para tomar mulher dali para si, e que, abençoando-o, lhe ordenara, dizendo: Não tomes mulher das filhas de Canaã;

Gen 28:7 E que Jacó obedecera a seu pai e a sua mãe, e se fora a Padã-Arã;

Gen 28:8 Vendo também Esaú que as filhas de Canaã eram más aos olhos de Isaque seu pai,

Gen 28:9 Foi Esaú a Ismael, e tomou para si por mulher, além das suas mulheres, a Maalate filha de Ismael, filho de Abraão, irmã de Nebaiote.

Gen 28:10 Partiu, pois, Jacó de Berseba, e foi a Harã;

Gen 28:11 E chegou a um lugar onde passou a noite, porque já o sol era posto; e tomou uma das pedras daquele lugar, e a pós por seu travesseiro, e deitou-se naquele lugar.

Gen 28:12 E sonhou: e eis uma escada posta na terra, cujo topo tocava nos céus; e eis que os anjos de Deus subiam e desciam por ela;

Gen 28:13 E eis que o SENHOR estava em cima dela, e disse: Eu sou o SENHOR Deus de Abraão teu pai, e o Deus de Isaque; esta terra, em que estás deitado, darei a ti e à tua descendência;

Gen 28:14 E a tua descendência será como o pó da terra, e estender-se-á ao ocidente, e ao oriente, e ao norte, e ao sul, e em ti e na tua descendência serão benditas todas as famílias da terra;

Gen 28:15 E eis que estou contigo, e te guardarei por onde quer que fores, e te farei tornar a esta terra; porque não te deixarei, até que haja cumprido o que te tenho falado.

Gen 28:16 Acordando, pois, Jacó do seu sono, disse: Na verdade o SENHOR está neste lugar; e eu não o sabia.

Gen 28:17 E temeu, e disse: Quão terrível é este lugar! Este não é outro lugar senão a casa de Deus; e esta é a porta dos céus.

Gen 28:18 Então levantou-se Jacó pela manhã de madrugada, e tomou a pedra que tinha posto por seu travesseiro, e a pós por coluna, e derramou azeite em cima dela.

Gen 28:19 E chamou o nome daquele lugar Betel; o nome porém daquela cidade antes era Luz.

Gen 28:20 E Jacó fez um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer, e vestes para vestir;

Gen 28:21 E eu em paz tornar à casa de meu pai, o SENHOR me será por Deus;

Gen 28:22 E esta pedra que tenho posto por coluna será casa de Deus; e de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo.

Genesis 29

Gen 29:1 Então pôs-se Jacó a caminho e foi à terra do povo do oriente;

Gen 29:2 E olhou, e eis um poço no campo, e eis três rebanhos de ovelhas que estavam deitados junto a ele; porque daquele poço davam de beber aos rebanhos; e havia uma grande pedra sobre a boca do poço.

Gen 29:3 E ajuntavam ali todos os rebanhos, e removiam a pedra de sobre a boca do poço, e davam de beber às ovelhas; e tornavam a por a pedra sobre a boca do poço, no seu lugar.

Gen 29:4 E disse-lhes Jacó: Meus irmãos, donde sois? E disseram: Somos de Harã.

Gen 29:5 E ele lhes disse: Conheceis a Labão, filho de Naor? E disseram: Conhecemos.

Gen 29:6 Disse-lhes mais: Está ele bem? E disseram: Está bem, e eis aqui Raquel sua filha, que vem com as ovelhas.

Gen 29:7 E ele disse: Eis que ainda é pleno dia, não é tempo de ajuntar o gado; dai de beber às ovelhas, e ide apascentá-las.

Gen 29:8 E disseram: Não podemos, até que todos os rebanhos se ajuntem, e removam a pedra de sobre a boca do poço, para que demos de beber às ovelhas.

Gen 29:9 Estando ele ainda falando com eles, veio Raquel com as ovelhas de seu pai; porque ela era pastora.

Gen 29:10 E aconteceu que, vendo Jacó a Raquel, filha de Labão, irmão de sua mãe, e as ovelhas de Labão, irmão de sua mãe, chegou Jacó, e revolveu a pedra de sobre a boca do poço e deu de beber às ovelhas de Labão, irmão de sua mãe.

Gen 29:11 E Jacó beijou a Raquel, e levantou a sua voz e chorou.

Gen 29:12 E Jacó anunciou a Raquel que era irmão de seu pai, e que era filho de Rebeca; então ela correu, e o anunciou a seu pai.

Gen 29:13 E aconteceu que, ouvindo Labão as novas de Jacó, filho de sua irmã, correu-lhe ao encontro, e abraçou-o, e beijou-o, e levou-o à sua casa; e ele contou a Labão todas estas coisas.

Gen 29:14 Então Labão disse-lhe: Verdadeiramente és tu o meu osso e a minha carne. E ficou com ele um mês inteiro.

Gen 29:15 Depois disse Labão a Jacó: Porque tu és meu irmão, hás de servir-me de graça? Declara-me qual será o teu salário.

Gen 29:16 E Labão tinha duas filhas; o nome da mais velha era Lia, e o nome da menor Raquel.

Gen 29:17 Lia tinha olhos tenros, mas Raquel era de formoso semblante e formosa à vista.

Gen 29:18 E Jacó amava a Raquel, e disse: Sete anos te servirei por Raquel, tua filha menor.

Gen 29:19 Então disse Labão: Melhor é que eu a dê a ti, do que eu a dê a outro homem; fica comigo.

Gen 29:20 Assim serviu Jacó sete anos por Raquel; e estes lhe pareceram como poucos dias, pelo muito que a amava.

Gen 29:21 E disse Jacó a Labão: Dá-me minha mulher, porque meus dias são cumpridos, para que eu me case com ela.

Gen 29:22 Então reuniu Labão a todos os homens daquele lugar, e fez um banquete.

Gen 29:23 E aconteceu, à tarde, que tomou Lia, sua filha, e trouxe-a a Jacó que a possuiu.

Gen 29:24 E Labão deu sua serva Zilpa a Lia, sua filha, por serva.

Gen 29:25 E aconteceu que pela manhã, viu que era Lia; pelo que disse a Labão: Por que me fizeste isso? Não te tenho servido por Raquel? Por que então me enganaste?

Gen 29:26 E disse Labão: Não se faz assim no nosso lugar, que a menor se dê antes da primogênita.

Gen 29:27 Cumpre a semana desta; então te daremos também a outra, pelo serviço que ainda outros sete anos comigo servires.

Gen 29:28 E Jacó fez assim, e cumpriu a semana de Lia; então lhe deu por mulher Raquel sua filha.

Gen 29:29 E Labão deu sua serva Bila por serva a Raquel, sua filha.

Gen 29:30 E possuiu também a Raquel, e amou também a Raquel mais do que a Lia e serviu com ele ainda outros sete anos.

Gen 29:31 Vendo, pois, o SENHOR que Lia era desprezada, abriu a sua madre; porém Raquel era estéril.

Gen 29:32 E concebeu Lia, e deu à luz um filho, e chamou-o Rúben; pois disse: Porque o SENHOR atendeu à minha aflição, por isso agora me amará o meu marido.

Gen 29:33 E concebeu outra vez, e deu à luz um filho, dizendo: Porquanto o SENHOR ouviu que eu era desprezada, e deu-me também este. E chamou-o Simeão.

Gen 29:34 E concebeu outra vez, e deu à luz um filho, dizendo: Agora esta vez se unirá meu marido a mim, porque três filhos lhe tenho dado. Por isso chamou-o Levi.

Gen 29:35 E concebeu outra vez e deu à luz um filho, dizendo: Esta vez louvarei ao SENHOR. Por isso chamou-o Judá; e cessou de dar à luz.

Genesis 30

Gen 30:1 Vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e disse a Jacó: Dá-me filhos, se não morro.

Gen 30:2 Então se acendeu a ira de Jacó contra Raquel, e disse: Estou eu no lugar de Deus, que te impediu o fruto de teu ventre?

Gen 30:3 E ela disse: Eis aqui minha serva Bila; coabita com ela, para que dê à luz sobre meus joelhos, e eu assim receba filhos por ela.

Gen 30:4 Assim lhe deu a Bila, sua serva, por mulher; e Jacó a possuiu.

Gen 30:5 E concebeu Bila, e deu a Jacó um filho.

Gen 30:6 Então disse Raquel: Julgou-me Deus, e também ouviu a minha voz, e me deu um filho; por isso chamou-lhe Dã.

Gen 30:7 E Bila, serva de Raquel, concebeu outra vez, e deu a Jacó o segundo filho.

Gen 30:8 Então disse Raquel: Com grandes lutas tenho lutado com minha irmã; também venci; e chamou-lhe Naftali.

Gen 30:9 Vendo, pois, Lia que cessava de ter filhos, tomou também a Zilpa, sua serva, e deu-a a Jacó por mulher.

Gen 30:10 E deu Zilpa, serva de Lia, um filho a Jacó.

Gen 30:11 Então disse Lia: Afortunada! e chamou-lhe Gade.

Gen 30:12 Depois deu Zilpa, serva de Lia, um segundo filho a Jacó.

Gen 30:13 Então disse Lia: Para minha ventura; porque as filhas me terão por bem-aventurada; e chamou-lhe Aser.

Gen 30:14 E foi Rúben nos dias da ceifa do trigo, e achou mandrágoras no campo. E trouxe-as a Lia sua mãe. Então disse Raquel a Lia: Ora dá-me das mandrágoras de teu filho.

Gen 30:15 E ela lhe disse: É já pouco que hajas tomado o meu marido, tomarás também as mandrágoras do meu filho? Então disse Raquel: Por isso ele se deitará contigo esta noite pelas mandrágoras de teu filho.

Gen 30:16 Vindo, pois, Jacó à tarde do campo, saiu-lhe Lia ao encontro, e disse: A mim possuirás, esta noite, porque certamente te aluguei com as mandrágoras do meu filho. E deitou-se com ela aquela noite.

Gen 30:17 E ouviu Deus a Lia, e concebeu, e deu à luz um quinto filho.

Gen 30:18 Então disse Lia: Deus me tem dado o meu galardão, pois tenho dado minha serva ao meu marido. E chamou-lhe Issacar.

Gen 30:19 E Lia concebeu outra vez, e deu a Jacó um sexto filho.

Gen 30:20 E disse Lia: Deus me deu uma boa dádiva; desta vez morará o meu marido comigo, porque lhe tenho dado seis filhos. E chamou-lhe Zebulom.

Gen 30:21 E depois teve uma filha, e chamou-lhe Diná.

Gen 30:22 E lembrou-se Deus de Raquel; e Deus a ouviu, e abriu a sua madre.

Gen 30:23 E ela concebeu, e deu à luz um filho, e disse: Tirou-me Deus a minha vergonha.

Gen 30:24 E chamou-lhe José, dizendo: O SENHOR me acrescente outro filho.

Gen 30:25 E aconteceu que, como Raquel deu à luz a José, disse Jacó a Labão: Deixa-me ir, que me vá ao meu lugar, e à minha terra.

Gen 30:26 Dá-me as minhas mulheres, e os meus filhos, pelas quais te tenho servido, e ir-me-ei; pois tu sabes o serviço que te tenho feito.

Gen 30:27 Então lhe disse Labão: Se agora tenho achado graça em teus olhos, fica comigo. Tenho experimentado que o SENHOR me abençoou por amor de ti.

Gen 30:28 E disse mais: Determina-me o teu salário, que to darei.

Gen 30:29 Então lhe disse: Tu sabes como te tenho servido, e como passou o teu gado comigo.

Gen 30:30 Porque o pouco que tinhas antes de mim tem aumentado em grande número; e o SENHOR te tem abençoado por meu trabalho. Agora, pois, quando hei de trabalhar também por minha casa?

Gen 30:31 E disse ele: Que te darei? Então disse Jacó: Nada me darás. Se me fizeres isto, tornarei a apascentar e a guardar o teu rebanho;

Gen 30:32 Passarei hoje por todo o teu rebanho, separando dele todos os salpicados e malhados, e todos os morenos entre os cordeiros, e os malhados e salpicados entre as cabras; e isto será o meu salário.

Gen 30:33 Assim testificará por mim a minha justiça no dia de amanhã, quando vieres e o meu salário estiver diante de tua face; tudo o que não for salpicado e malhado entre as cabras e moreno entre os cordeiros, ser-me-á por furto.

Gen 30:34 Então disse Labão: Quem dera seja conforme a tua palavra.

Gen 30:35 E separou naquele mesmo dia os bodes listrados e malhados e todas as cabras salpicadas e malhadas, todos em que havia brancura, e todos os morenos entre os cordeiros; e deu-os nas mãos dos seus filhos.

Gen 30:36 E pós três dias de caminho entre si e Jacó; e Jacó apascentava o restante dos rebanhos de Labão.

Gen 30:37 Então tomou Jacó varas verdes de álamo e de aveleira e de castanheiro, e descascou nelas riscas brancas, descobrindo a brancura que nas varas havia,

Gen 30:38 E pós estas varas, que tinha descascado, em frente aos rebanhos, nos canos e nos bebedouros de água, aonde os rebanhos vinham beber, para que concebessem quando vinham beber.

Gen 30:39 E concebiam os rebanhos diante das varas, e as ovelhas davam crias listradas, salpicadas e malhadas.

Gen 30:40 Então separou Jacó os cordeiros, e pós as faces do rebanho para os listrados, e todo o moreno entre o rebanho de Labão; e pós o seu rebanho à parte, e não o pós com o rebanho de Labão.

Gen 30:41 E sucedia que cada vez que concebiam as ovelhas fortes, punha Jacó as varas nos canos, diante dos olhos do rebanho, para que concebessem diante das varas.

Gen 30:42 Mas, quando era fraco o rebanho, não as punha. Assim as fracas eram de Labão, e as fortes de Jacó.

Gen 30:43 E cresceu o homem em grande maneira, e teve muitos rebanhos, e servas, e servos, e camelos e jumentos.

Genesis 31

Gen 31:1 Então ouvia as palavras dos filhos de Labão, que diziam: Jacó tem tomado tudo o que era de nosso pai, e do que era de nosso pai fez ele toda esta glória.

Gen 31:2 Viu também Jacó o rosto de Labão, e eis que não era para com ele como anteriormente.

Gen 31:3 E disse o SENHOR a Jacó: Torna-te à terra dos teus pais, e à tua parentela, e eu serei contigo.

Gen 31:4 Então mandou Jacó chamar a Raquel e a Lia ao campo, para junto do seu rebanho,

Gen 31:5 E disse-lhes: Vejo que o rosto de vosso pai não é para comigo como anteriormente; porém o Deus de meu pai tem estado comigo;

Gen 31:6 E vós mesmas sabeis que com todo o meu esforço tenho servido a vosso pai;

Gen 31:7 Mas vosso pai me enganou e mudou o salário dez vezes; porém Deus não lhe permitiu que me fizesse mal.

Gen 31:8 Quando ele dizia assim: Os salpicados serão o teu salário; então todos os rebanhos davam salpicados. E quando ele dizia assim: Os listrados serão o teu salário, então todos os rebanhos davam listrados.

Gen 31:9 Assim Deus tirou o gado de vosso pai, e deu-o a mim.

Gen 31:10 E sucedeu que, ao tempo em que o rebanho concebia, eu levantei os meus olhos e vi em sonhos, e eis que os bodes, que cobriam as ovelhas, eram listrados, salpicados e malhados.

Gen 31:11 E disse-me o anjo de Deus em sonhos: Jacó! E eu disse: Eis-me aqui.

Gen 31:12 E disse ele: Levanta agora os teus olhos e vê todos os bodes que cobrem o rebanho, que são listrados, salpicados e malhados; porque tenho visto tudo o que Labão te fez.

Gen 31:13 Eu sou o Deus de Betel, onde tens ungido uma coluna, onde me fizeste um voto; levanta-te agora, sai-te desta terra e torna-te à terra da tua parentela.

Gen 31:14 Então responderam Raquel e Lia e disseram-lhe: Há ainda para nós parte ou herança na casa de nosso pai?

Gen 31:15 Não nos considera ele como estranhas? Pois vendeu-nos, e comeu de todo o nosso dinheiro.

Gen 31:16 Porque toda a riqueza, que Deus tirou de nosso pai, é nossa e de nossos filhos; agora, pois, faze tudo o que Deus te mandou.

Gen 31:17 Então se levantou Jacó, pondo os seus filhos e as suas mulheres sobre os camelos;

Gen 31:18 E levou todo o seu gado, e todos os seus bens, que havia adquirido, o gado que possuía, que alcançara em Padã-Arã, para ir a Isaque, seu pai, à terra de Canaã.

Gen 31:19 E havendo Labão ido a tosquiar as suas ovelhas, furtou Raquel os ídolos que seu pai tinha.

Gen 31:20 E Jacó logrou a Labão, o arameu, porque não lhe fez saber que fugia.

Gen 31:21 E fugiu ele com tudo o que tinha, e levantou-se e passou o rio; e se dirigiu para a montanha de Gileade.

Gen 31:22 E no terceiro dia foi anunciado a Labão que Jacó tinha fugido.

Gen 31:23 Então tomou consigo os seus irmãos, e atrás dele seguiu o seu caminho por sete dias; e alcançou-o na montanha de Gileade.

Gen 31:24 Veio, porém, Deus a Labão, o arameu, em sonhos, de noite, e disse-lhe: Guarda-te, que não fales com Jacó nem bem nem mal.

Gen 31:25 Alcançou, pois, Labão a Jacó, e armara Jacó a sua tenda naquela montanha; armou também Labão com os seus irmãos a sua, na montanha de Gileade.

Gen 31:26 Então disse Labão a Jacó: Que fizeste, que me lograste e levaste as minhas filhas como cativas pela espada?

Gen 31:27 Por que fugiste ocultamente, e lograste-me, e não me fizeste saber, para que eu te enviasse com alegria, e com cânticos, e com tamboril e com harpa?

Gen 31:28 Também não me permitiste beijar os meus filhos e as minhas filhas. Loucamente agiste, agora, fazendo assim.

Gen 31:29 Poder havia em minha mão para vos fazer mal, mas o Deus de vosso pai me falou ontem à noite, dizendo: Guarda-te, que não fales com Jacó nem bem nem mal.

Gen 31:30 E agora se querias ir embora, porquanto tinhas saudades de voltar à casa de teu pai, por que furtaste os meus deuses?

Gen 31:31 Então respondeu Jacó, e disse a Labão: Porque temia; pois que dizia comigo, se porventura não me arrebatarias as tuas filhas.

Gen 31:32 Com quem achares os teus deuses, esse não viva; reconhece diante de nossos irmãos o que é teu do que está comigo, e toma-o para ti. Pois Jacó não sabia que Raquel os tinha furtado.

Gen 31:33 Então entrou Labão na tenda de Jacó, e na tenda de Lia, e na tenda de ambas as servas, e não os achou; e saindo da tenda de Lia, entrou na tenda de Raquel.

Gen 31:34 Mas tinha tomado Raquel os ídolos e os tinha posto na albarda de um camelo, e assentara-se sobre eles; e apalpou Labão toda a tenda, e não os achou.

Gen 31:35 E ela disse a seu pai: Não se acenda a ira aos olhos de meu senhor, que não posso levantar-me diante da tua face; porquanto tenho o costume das mulheres. E ele procurou, mas não achou os ídolos.

Gen 31:36 Então irou-se Jacó e contendeu com Labão; e respondeu Jacó, e disse a Labão: Qual é a minha transgressão? Qual é o meu pecado, que tão furiosamente me tens perseguido?

Gen 31:37 Havendo apalpado todos os meus móveis, que achaste de todos os móveis de tua casa? Põe-no aqui diante dos meus irmãos e de teus irmãos; e que julguem entre nós ambos.

Gen 31:38 Estes vinte anos eu estive contigo; as tuas ovelhas e as tuas cabras nunca abortaram, e não comi os carneiros do teu rebanho.

Gen 31:39 Não te trouxe eu o despedaçado; eu o pagava; o furtado de dia e o furtado de noite da minha mão o requerias.

Gen 31:40 Estava eu assim: De dia me consumia o calor, e de noite a geada; e o meu sono fugiu dos meus olhos.

Gen 31:41 Tenho estado agora vinte anos na tua casa; catorze anos te servi por tuas duas filhas, e seis anos por teu rebanho; mas o meu salário tens mudado dez vezes.

Gen 31:42 Se o Deus de meu pai, o Deus de Abraão e o temor de Isaque não fora comigo, por certo me despedirias agora vazio. Deus atendeu à minha aflição, e ao trabalho das minhas mãos, e repreendeu-te ontem à noite.

Gen 31:43 Então respondeu Labão, e disse a Jacó: Estas filhas são minhas filhas, e estes filhos são meus filhos, e este rebanho é o meu rebanho, e tudo o que vês, é meu; e que farei hoje a estas minhas filhas, ou a seus filhos, que deram à luz?

Gen 31:44 Agora pois vem, e façamos aliança eu e tu, que seja por testemunho entre mim e ti.

Gen 31:45 Então tomou Jacó uma pedra, e erigiu-a por coluna.

Gen 31:46 E disse Jacó a seus irmãos: Ajuntai pedras. E tomaram pedras, e fizeram um montão, e comeram ali sobre aquele montão.

Gen 31:47 E chamou-o Labão Jegar-Saaduta; porém Jacó chamou-o Galeede.

Gen 31:48 Então disse Labão: Este montão seja hoje por testemunha entre mim e ti. Por isso se lhe chamou Galeede,

Gen 31:49 E Mispá, porquanto disse: Atente o SENHOR entre mim e ti, quando nós estivermos apartados um do outro.

Gen 31:50 Se afligires as minhas filhas, e se tomares mulheres além das minhas filhas, ninguém está conosco; atenta que Deus é testemunha entre mim e ti.

Gen 31:51 Disse mais Labão a Jacó: Eis aqui este mesmo montão, e eis aqui essa coluna que levantei entre mim e ti.

Gen 31:52 Este montão seja testemunha, e esta coluna seja testemunha, que eu não passarei este montão a ti, e que tu não passarás este montão e esta coluna a mim, para mal.

Gen 31:53 O Deus de Abraão e o Deus de Naor, o Deus de seu pai, julgue entre nós. E jurou Jacó pelo temor de seu pai Isaque.

Gen 31:54 E ofereceu Jacó um sacrifício na montanha, e convidou seus irmãos, para comer pão; e comeram pão e passaram a noite na montanha.

Gen 31:55 E levantou-se Labão pela manhã de madrugada, e beijou seus filhos e suas filhas e abençoou-os e partiu; e voltou Labão ao seu lugar.

 

24/Fevereiro – 3a.feira

Juizes 12

Jdg 12:1 Então se convocaram os homens de Efraim, e passaram para o norte, e disseram a Jefté: Por que passaste a combater contra os filhos de Amom, e não nos chamaste para ir contigo? Queimaremos a fogo a tua casa contigo.

Jdg 12:2 E Jefté lhes disse: Eu e o meu povo tivemos grande contenda com os filhos de Amom; e chamei-vos, e não me livrastes da sua mão;

Jdg 12:3 E, vendo eu que não me livráveis, arrisquei a minha vida, e passei contra os filhos de Amom, e o SENHOR mos entregou nas mãos; por que, pois, subistes vós hoje, para combater contra mim?

Jdg 12:4 E ajuntou Jefté a todos os homens de Gileade, e combateu contra Efraim; e os homens de Gileade feriram a Efraim; porque este dissera-lhe: Fugitivos sois de Efraim, vós gileaditas que habitais entre Efraim e Manassés,

Jdg 12:5 Porque tomaram os gileaditas aos efraimitas os vaus do Jordão; e sucedeu que, quando algum dos fugitivos de Efraim dizia: Deixai-me passar; então os gileaditas perguntavam: És tu efraimita? E dizendo ele: Não,

Jdg 12:6 Então lhe diziam: Dize, pois, Chibolete; porém ele dizia: Sibolete; porque não o podia pronunciar bem; então pegavam dele, e o degolavam nos vaus do Jordão; e caíram de Efraim naquele tempo quarenta e dois mil.

Jdg 12:7 E Jefté julgou a Israel seis anos; e Jefté, o gileadita, faleceu, e foi sepultado numa das cidades de Gileade.

Jdg 12:8 E depois dele julgou a Israel Ibzã de Belém.

Jdg 12:9 E tinha este trinta filhos, e trinta filhas que casou fora; e trinta filhas trouxe de fora para seus filhos; e julgou a Israel sete anos.

Jdg 12:10 Então faleceu Ibzã, e foi sepultado em Belém.

Jdg 12:11 E depois dele julgou a Israel Elom, o zebulonita; e julgou a Israel dez anos.

Jdg 12:12 E faleceu Elom, o zebulonita, e foi sepultado em Aijalom, na terra de Zebulom.

Jdg 12:13 E depois dele julgou a Israel Abdom, filho de Hilel, o piratonita.

Jdg 12:14 E tinha este quarenta filhos, e trinta netos, que cavalgavam sobre setenta jumentos; e julgou a Israel oito anos.

Jdg 12:15 Então faleceu Abdom, filho de Hilel, o piratonita; e foi sepultado em Piratom, na terra de Efraim, no monte dos amalequitas.

Juizes 13

Jdg 13:1 E os filhos de Israel tornaram a fazer o que era mau aos olhos do SENHOR, e o SENHOR os entregou na mão dos filisteus por quarenta anos.

Jdg 13:2 E havia um homem de Zorá, da tribo de Dã, cujo nome era Manoá; e sua mulher, sendo estéril, não tinha filhos.

Jdg 13:3 E o anjo do SENHOR apareceu a esta mulher, e disse-lhe: Eis que agora és estéril, e nunca tens concebido; porém conceberás, e terás um filho.

Jdg 13:4 Agora, pois, guarda-te de beber vinho, ou bebida forte, ou comer coisa imunda.

Jdg 13:5 Porque eis que tu conceberás e terás um filho sobre cuja cabeça não passará navalha; porquanto o menino será nazireu de Deus desde o ventre; e ele começará a livrar a Israel da mão dos filisteus.

Jdg 13:6 Então a mulher entrou, e falou a seu marido, dizendo: Um homem de Deus veio a mim, cuja aparência era semelhante de um anjo de Deus, terribilíssima; e não lhe perguntei donde era, nem ele me disse o seu nome.

Jdg 13:7 Porém disse-me: Eis que tu conceberás e terás um filho; agora pois, não bebas vinho, nem bebida forte, e não comas coisa imunda; porque o menino será nazireu de Deus, desde o ventre até ao dia da sua morte.

Jdg 13:8 Então Manoá orou ao SENHOR, e disse: Ah! Senhor meu, rogo-te que o homem de Deus, que enviaste, ainda venha para nós outra vez e nos ensine o que devemos fazer ao menino que há de nascer.

Jdg 13:9 E Deus ouviu a voz de Manoá; e o anjo de Deus veio outra vez à mulher, e ela estava no campo, porém não estava com ela seu marido Manoá.

Jdg 13:10 Apressou-se, pois, a mulher, e correu, e noticiou-o a seu marido, e disse-lhe: Eis que aquele homem que veio a mim o outro dia me apareceu.

Jdg 13:11 Então Manoá levantou-se, e seguiu a sua mulher, e foi àquele homem, e disse-lhe: És tu aquele homem que falou a esta mulher? E disse: Eu sou.

Jdg 13:12 Então disse Manoá: Cumpram-se as tuas palavras; mas qual será o modo de viver e o serviço do menino?

Jdg 13:13 E disse o anjo do SENHOR a Manoá: De tudo quanto eu disse à mulher guardará ela.

Jdg 13:14 De tudo quanto procede da videira não comerá, nem vinho nem bebida forte beberá, nem coisa imunda comerá; tudo quanto lhe tenho ordenado guardará.

Jdg 13:15 Então Manoá disse ao anjo do SENHOR: Ora deixa que te detenhamos, e te preparemos um cabrito.

Jdg 13:16 Porém o anjo do SENHOR disse a Manoá: Ainda que me detenhas, não comerei de teu pão; e se fizeres holocausto o oferecerás ao SENHOR. Porque não sabia Manoá que era o anjo do SENHOR.

Jdg 13:17 E disse Manoá ao anjo do SENHOR: Qual é o teu nome, para que, quando se cumprir a tua palavra, te honremos?

Jdg 13:18 E o anjo do SENHOR lhe disse: Por que perguntas assim pelo meu nome, visto que é maravilhoso?

Jdg 13:19 Então Manoá tomou um cabrito e uma oferta de alimentos, e os ofereceu sobre uma penha ao SENHOR: e houve-se o anjo maravilhosamente, observando-o Manoá e sua mulher.

Jdg 13:20 E sucedeu que, subindo a chama do altar para o céu, o anjo do SENHOR subiu na chama do altar; o que vendo Manoá e sua mulher, caíram em terra sobre seus rostos.

Jdg 13:21 E nunca mais apareceu o anjo do SENHOR a Manoá, nem a sua mulher; então compreendeu Manoá que era o anjo do SENHOR.

Jdg 13:22 E disse Manoá à sua mulher: Certamente morreremos, porquanto temos visto a Deus.

Jdg 13:23 Porém sua mulher lhe disse: Se o SENHOR nos quisesse matar, não aceitaria da nossa mão o holocausto e a oferta de alimentos, nem nos mostraria tudo isto, nem nos deixaria ouvir tais coisas neste tempo.

Jdg 13:24 Depois teve esta mulher um filho, a quem pós o nome de Sansão; e o menino cresceu, e o SENHOR o abençoou.

Jdg 13:25 E o Espírito do SENHOR começou a incitá-lo de quando em quando para o campo de Maané-Dã, entre Zorá e Estaol.

Juizes 14

Jdg 14:1 E desceu Sansão a Timnate; e, vendo em Timnate uma mulher das filhas dos filisteus,

Jdg 14:2 Subiu, e declarou-o a seu pai e a sua mãe, e disse: Vi uma mulher em Timnate, das filhas dos filisteus; agora, pois, tomai-ma por mulher.

Jdg 14:3 Porém seu pai e sua mãe lhe disseram: Não há, porventura, mulher entre as filhas de teus irmãos, nem entre todo o meu povo, para que tu vás tomar mulher dos filisteus, daqueles incircuncisos? E disse Sansão a seu pai: Toma-me esta, porque ela agrada aos meus olhos.

Jdg 14:4 Mas seu pai e sua mãe não sabiam que isto vinha do SENHOR; pois buscava ocasião contra os filisteus; porquanto naquele tempo os filisteus dominavam sobre Israel.

Jdg 14:5 Desceu, pois, Sansão com seu pai e com sua mãe a Timnate; e, chegando às vinhas de Timnate eis que um filho de leão, rugindo, lhe saiu ao encontro.

Jdg 14:6 Então o Espírito do SENHOR se apossou dele tão poderosamente que despedaçou o leão, como quem despedaça um cabrito, sem ter nada na sua mão; porém nem a seu pai nem a sua mãe deu a saber o que tinha feito.

Jdg 14:7 E desceu, e falou àquela mulher, e ela agradou aos olhos de Sansão.

Jdg 14:8 E depois de alguns dias voltou ele para tomá-la; e, apartando-se do caminho para ver o corpo do leão morto, eis que nele havia um enxame de abelhas com mel.

Jdg 14:9 E tomou-o nas suas mãos, e foi andando e comendo dele; e foi a seu pai e a sua mãe, e deu-lhes do mel, e comeram; porém não lhes deu a saber que tomara o mel do corpo do leão.

Jdg 14:10 Descendo, pois, seu pai àquela mulher, fez Sansão ali um banquete; porque assim os moços costumavam fazer.

Jdg 14:11 E sucedeu que, como o vissem, trouxeram trinta companheiros para estarem com ele.

Jdg 14:12 Disse-lhes, pois, Sansão: Eu vos darei um enigma para decifrar; e, se nos sete dias das bodas o decifrardes e descobrirdes, eu vos darei trinta lençóis e trinta mudas de roupas.

Jdg 14:13 E, se não puderdes decifrar, vós me dareis a mim trinta lençóis e as trinta mudas de roupas. E eles lhe disseram: Dá-nos o teu enigma a decifrar, para que o ouçamos.

Jdg 14:14 Então lhes disse: Do comedor saiu comida, e do forte saiu doçura. E em três dias não puderam decifrar o enigma.

Jdg 14:15 E sucedeu que, ao sétimo dia, disseram à mulher de Sansão: Persuade a teu marido que nos declare o enigma, para que porventura não queimemos a fogo a ti e à casa de teu pai; chamastes-nos aqui para vos apossardes do que é nosso, não é assim?

Jdg 14:16 E a mulher de Sansão chorou diante dele, e disse: Tão-somente me desprezas, e não me amas; pois deste aos filhos do meu povo um enigma para decifrar, e ainda não o declaraste a mim. E ele lhe disse: Eis que nem a meu pai nem a minha mãe o declarei, e to declararia a ti?

Jdg 14:17 E chorou diante dele os sete dias em que celebravam as bodas; sucedeu, pois, que ao sétimo dia lho declarou, porquanto o importunava; então ela declarou o enigma aos filhos do seu povo.

Jdg 14:18 Disseram, pois, a Sansão os homens daquela cidade, ao sétimo dia, antes de se pôr o sol: Que coisa há mais doce do que o mel? E que coisa há mais forte do que o leão? E ele lhes disse: Se vós não lavrásseis com a minha novilha, nunca teríeis descoberto o meu enigma.

Jdg 14:19 Então o Espírito do SENHOR tão poderosamente se apossou dele, que desceu aos ascalonitas, e matou deles trinta homens, e tomou as suas roupas, e deu as mudas de roupas aos que declararam o enigma; porém acendeu-se a sua ira, e subiu à casa de seu pai.

Jdg 14:20 E a mulher de Sansão foi dada ao seu companheiro que antes o acompanhava.

Juizes 15

Jdg 15:1 E aconteceu, depois de alguns dias, que, na sega do trigo, Sansão visitou a sua mulher, com um cabrito, e disse: Entrarei na câmara de minha mulher. Porém o pai dela não o deixou entrar.

Jdg 15:2 E disse-lhe seu pai: Por certo pensava eu que de todo a desprezavas; de sorte que a dei ao teu companheiro; porém não é sua irmã mais nova, mais formosa do que ela? Toma-a, pois, em seu lugar.

Jdg 15:3 Então Sansão disse acerca deles: Inocente sou esta vez para com os filisteus, quando lhes fizer algum mal.

Jdg 15:4 E foi Sansão, e pegou trezentas raposas; e, tomando tochas, as virou cauda a cauda, e lhes pós uma tocha no meio de cada duas caudas.

Jdg 15:5 E chegou fogo às tochas, e largou-as na seara dos filisteus; e assim abrasou os molhos com a sega do trigo, e as vinhas e os olivais.

Jdg 15:6 Então perguntaram os filisteus: Quem fez isto? E responderam: Sansão, o genro do timnita, porque lhe tomou a sua mulher, e a deu a seu companheiro. Então subiram os filisteus, e queimaram a fogo a ela e a seu pai.

Jdg 15:7 Então lhes disse Sansão: É assim que fazeis? Pois, havendo-me vingado eu de vós, então cessarei.

Jdg 15:8 E feriu-os com grande ferimento, pernas juntamente com coxa; e desceu, e habitou na fenda da rocha de Etã.

Jdg 15:9 Então os filisteus subiram, e acamparam-se contra Judá, e estenderam-se por Leí.

Jdg 15:10 E perguntaram-lhes os homens de Judá: Por que subistes contra nós? E eles responderam: Subimos para amarrar a Sansão, para lhe fazer a ele como ele nos fez a nós.

Jdg 15:11 Então três mil homens de Judá desceram até a fenda da rocha de Etã, e disseram a Sansão: Não sabias tu que os filisteus dominam sobre nós? Por que, pois, nos fizeste isto? E ele lhes disse: Assim como eles me fizeram a mim, eu lhes fiz a eles.

Jdg 15:12 E disseram-lhe: Descemos para te amarrar e te entregar nas mãos dos filisteus. Então Sansão lhes disse: Jurai-me que vós mesmos não me acometereis.

Jdg 15:13 E eles lhe falaram, dizendo: Não, mas fortemente te amarraremos, e te entregaremos nas mãos deles; porém de maneira nenhuma te mataremos. E amarraram-no com duas cordas novas e fizeram-no subir da rocha.

Jdg 15:14 E, vindo ele a Leí, os filisteus lhe saíram ao encontro, jubilando; porém o Espírito do SENHOR poderosamente se apossou dele, e as cordas que ele tinha nos braços se tornaram como fios de linho que se queimaram no fogo, e as suas amarraduras se desfizeram das suas mãos.

Jdg 15:15 E achou uma queixada fresca de um jumento, e estendeu a sua mão, e tomou-a, e feriu com ela mil homens.

Jdg 15:16 Então disse Sansão: Com uma queixada de jumento, montões sobre montões; com uma queixada de jumento feri a mil homens.

Jdg 15:17 E aconteceu que, acabando ele de falar, lançou a queixada da sua mão; e chamou aquele lugar Ramate-Leí.

Jdg 15:18 E como tivesse grande sede, clamou ao SENHOR, e disse: Pela mão do teu servo tu deste esta grande salvação; morrerei eu pois agora de sede, e cairei na mão destes incircuncisos?

Jdg 15:19 Então Deus fendeu uma cavidade que estava na queixada; e saiu dela água, e bebeu; e recobrou o seu espírito e reanimou-se; por isso chamou aquele lugar: A fonte do que clama, que está em Leí até ao dia de hoje.

Jdg 15:20 E julgou a Israel, nos dias dos filisteus, vinte anos.

Juizes 16

Jdg 16:1 E foi Sansão a Gaza, e viu ali uma mulher prostituta, e entrou a ela.

Jdg 16:2 E foi dito aos gazitas: Sansão entrou aqui. Cercaram-no, e toda a noite lhe puseram espias à porta da cidade; porém toda a noite estiveram quietos, dizendo: Até à luz da manhã esperaremos; então o mataremos.

Jdg 16:3 Porém Sansão deitou-se até à meia noite, e à meia noite se levantou, e arrancou as portas da entrada da cidade com ambas as umbreiras, e juntamente com a tranca as tomou, pondo-as sobre os ombros; e levou-as para cima até ao cume do monte que está defronte de Hebrom.

Jdg 16:4 E depois disto aconteceu que se afeiçoou a uma mulher do vale de Soreque, cujo nome era Dalila.

Jdg 16:5 Então os príncipes dos filisteus subiram a ela, e lhe disseram: Persuade-o, e vê em que consiste a sua grande força, e como poderíamos assenhorear-nos dele e amarrá-lo, para assim o afligirmos; e te daremos, cada um de nós, mil e cem moedas de prata.

Jdg 16:6 Disse, pois, Dalila a Sansão: Declara-me, peço-te, em que consiste a tua grande força, e com que poderias ser amarrado para te poderem afligir.

Jdg 16:7 Disse-lhe Sansão: Se me amarrassem com sete vergas de vimes frescos, que ainda não estivessem secos, então me enfraqueceria, e seria como qualquer outro homem.

Jdg 16:8 Então os príncipes dos filisteus lhe trouxeram sete vergas de vimes frescos, que ainda não estavam secos; e amarraram-no com elas.

Jdg 16:9 E o espia estava com ela na câmara interior. Então ela lhe disse: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão. Então quebrou as vergas de vimes, como se quebra o fio da estopa ao cheiro do fogo; assim não se soube em que consistia a sua força.

Jdg 16:10 Então disse Dalila a Sansão: Eis que zombaste de mim, e me disseste mentiras; ora declara-me agora com que poderias ser amarrado.

Jdg 16:11 E ele disse: Se me amarrassem fortemente com cordas novas, que ainda não houvessem sido usadas, então me enfraqueceria, e seria como qualquer outro homem.

Jdg 16:12 Então Dalila tomou cordas novas, e o amarrou com elas, e disse-lhe: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão. E o espia estava na recâmara interior. Então as quebrou de seus braços como a um fio.

Jdg 16:13 E disse Dalila a Sansão: Até agora zombaste de mim, e me disseste mentiras; declara-me pois, agora, com que poderias ser amarrado? E ele lhe disse: Se teceres sete tranças dos cabelos da minha cabeça com os liços da teia.

Jdg 16:14 E ela as fixou com uma estaca, e disse-lhe: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão: Então ele despertou do seu sono, e arrancou a estaca das tranças tecidas, juntamente com o liço da teia.

Jdg 16:15 Então ela lhe disse: Como dirás: Tenho-te amor, não estando comigo o teu coração? Já três vezes zombaste de mim, e ainda não me declaraste em que consiste a tua força.

Jdg 16:16 E sucedeu que, importunando-o ela todos os dias com as suas palavras, e molestando-o, a sua alma se angustiou até a morte.

Jdg 16:17 E descobriu-lhe todo o seu coração, e disse-lhe: Nunca passou navalha pela minha cabeça, porque sou nazireu de Deus desde o ventre de minha mãe; se viesse a ser rapado, ir-se-ia de mim a minha força, e me enfraqueceria, e seria como qualquer outro homem.

Jdg 16:18 Vendo, pois, Dalila que já lhe descobrira todo o seu coração, mandou chamar os príncipes dos filisteus, dizendo: Subi esta vez, porque agora me descobriu ele todo o seu coração. E os príncipes dos filisteus subiram a ter com ela, trazendo com eles o dinheiro.

Jdg 16:19 Então ela o fez dormir sobre os seus joelhos, e chamou a um homem, e rapou-lhe as sete tranças do cabelo de sua cabeça; e começou a afligi-lo, e retirou-se dele a sua força.

Jdg 16:20 E disse ela: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão. E despertou ele do seu sono, e disse: Sairei ainda esta vez como dantes, e me sacudirei. Porque ele não sabia que já o SENHOR se tinha retirado dele.

Jdg 16:21 Então os filisteus pegaram nele, e arrancaram-lhe os olhos, e fizeram-no descer a Gaza, e amarraram-no com duas cadeias de bronze, e girava ele um moinho no cárcere.

Jdg 16:22 E o cabelo da sua cabeça começou a crescer, como quando foi rapado.

Jdg 16:23 Então os príncipes dos filisteus se ajuntaram para oferecer um grande sacrifício ao seu deus Dagom, e para se alegrarem, e diziam: Nosso deus nos entregou nas mãos a Sansão, nosso inimigo.

Jdg 16:24 Semelhantemente, vendo-o o povo, louvava ao seu deus; porque dizia: Nosso deus nos entregou nas mãos o nosso inimigo, e ao que destruía a nossa terra, e ao que multiplicava os nossos mortos.

Jdg 16:25 E sucedeu que, alegrando-se-lhes o coração, disseram: Chamai a Sansão, para que brinque diante de nós. E chamaram a Sansão do cárcere, que brincava diante deles, e fizeram-no estar em pé entre as colunas.

Jdg 16:26 Então disse Sansão ao moço que o tinha pela mão: Guia-me para que apalpe as colunas em que se sustém a casa, para que me encoste a elas.

Jdg 16:27 Ora estava a casa cheia de homens e mulheres; e também ali estavam todos os príncipes dos filisteus; e sobre o telhado havia uns três mil homens e mulheres, que estavam vendo Sansão brincar.

Jdg 16:28 Então Sansão clamou ao SENHOR, e disse: Senhor DEUS, peço-te que te lembres de mim, e fortalece-me agora só esta vez, ó Deus, para que de uma vez me vingue dos filisteus, pelos meus dois olhos.

Jdg 16:29 Abraçou-se, pois, Sansão com as duas colunas do meio, em que se sustinha a casa, e arrimou-se sobre elas, com a sua mão direita numa, e com a sua esquerda na outra.

Jdg 16:30 E disse Sansão: Morra eu com os filisteus. E inclinou-se com força, e a casa caiu sobre os príncipes e sobre todo o povo que nela havia; e foram mais os mortos que matou na sua morte do que os que matara em sua vida.

Jdg 16:31 Então seus irmãos desceram, e toda a casa de seu pai, e tomaram-no, e subiram com ele, e sepultaram-no entre Zorá e Estaol, no sepulcro de Manoá, seu pai. Ele julgou a Israel vinte anos.

 

25/Fevereiro – 4a.feira

Salmo 21

Psa 21:1 «Salmo de Davi para o músico-mor» O rei se alegra em tua força, SENHOR; e na tua salvação grandemente se regozija.

Psa 21:2 Cumpriste-lhe o desejo do seu coração, e não negaste as súplicas dos seus lábios. (Selá.)

Psa 21:3 Pois vais ao seu encontro com as bênçãos de bondade; pões na sua cabeça uma coroa de ouro fino.

Psa 21:4 Vida te pediu, e lha deste, mesmo longura de dias para sempre e eternamente.

Psa 21:5 Grande é a sua glória pela tua salvação; glória e majestade puseste sobre ele.

Psa 21:6 Pois o abençoaste para sempre; tu o enches de gozo com a tua face.

Psa 21:7 Porque o rei confia no SENHOR, e pela misericórdia do Altíssimo nunca vacilará.

Psa 21:8 A tua mão alcançará todos os teus inimigos, a tua mão direita alcançará aqueles que te odeiam.

Psa 21:9 Tu os farás como um forno de fogo no tempo da tua ira; o SENHOR os devorará na sua indignação, e o fogo os consumirá.

Psa 21:10 Seu fruto destruirás da terra, e a sua semente dentre os filhos dos homens.

Psa 21:11 Porque intentaram o mal contra ti; maquinaram um ardil, mas não prevalecerão.

Psa 21:12 Assim que tu lhes farás voltar as costas; e com tuas flechas postas nas cordas lhes apontarás ao rosto.

Psa 21:13 Exalta-te, SENHOR, na tua força; então cantaremos e louvaremos o teu poder.

Salmo 22

Psa 22:1 «Salmo de Davi para o músico-mor, sobre Aijelete Hashahar» Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas do meu auxílio e das palavras do meu bramido?

Psa 22:2 Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego.

Psa 22:3 Porém tu és santo, tu que habitas entre os louvores de Israel.

Psa 22:4 Em ti confiaram nossos pais; confiaram, e tu os livraste.

Psa 22:5 A ti clamaram e escaparam; em ti confiaram, e não foram confundidos.

Psa 22:6 Mas eu sou verme, e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo.

Psa 22:7 Todos os que me vêem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo:

Psa 22:8 Confiou no SENHOR, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer.

Psa 22:9 Mas tu és o que me tiraste do ventre; fizeste-me confiar, estando aos seios de minha mãe.

Psa 22:10 Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe.

Psa 22:11 Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem ajude.

Psa 22:12 Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam.

Psa 22:13 Abriram contra mim suas bocas, como um leão que despedaça e que ruge.

Psa 22:14 Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera, derreteu-se no meio das minhas entranhas.

Psa 22:15 A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte.

Psa 22:16 Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou, traspassaram-me as mãos e os pés.

Psa 22:17 Poderia contar todos os meus ossos; eles vêem e me contemplam.

Psa 22:18 Repartem entre si as minhas vestes, e lançam sortes sobre a minha roupa.

Psa 22:19 Mas tu, SENHOR, não te alongues de mim. Força minha, apressa-te em socorrer-me.

Psa 22:20 Livra a minha alma da espada, e a minha predileta da força do cão.

Psa 22:21 Salva-me da boca do leão; sim, ouviste-me, das pontas dos bois selvagens.

Psa 22:22 Então declararei o teu nome aos meus irmãos; louvar-te-ei no meio da congregação.

Psa 22:23 Vós, que temeis ao SENHOR, louvai-o; todos vós, semente de Jacó, glorificai-o; e temei-o todos vós, semente de Israel.

Psa 22:24 Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu.

Psa 22:25 O meu louvor será de ti na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem.

Psa 22:26 Os mansos comerão e se fartarão; louvarão ao SENHOR os que o buscam; o vosso coração viverá eternamente.

Psa 22:27 Todos os limites da terra se lembrarão, e se converterão ao SENHOR; e todas as famílias das nações adorarão perante a tua face.

Psa 22:28 Porque o reino é do SENHOR, e ele domina entre as nações.

Psa 22:29 Todos os que na terra são gordos comerão e adorarão, e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele; e nenhum poderá reter viva a sua alma.

Psa 22:30 Uma semente o servirá; será declarada ao Senhor a cada geração.

Psa 22:31 Chegarão e anunciarão a sua justiça ao povo que nascer, porquanto ele o fez.

Salmo 23

Psa 23:1 «Salmo de Davi» O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.

Psa 23:2 Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas.

Psa 23:3 Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.

Psa 23:4 Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.

Psa 23:5 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.

Psa 23:6 Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias.

 

26/Fevereiro – 5a.feira

Jó 15

Job 15:1 Então respondeu Elifaz o temanita, e disse:

Job 15:2 Porventura proferirá o sábio vã sabedoria? E encherá do vento oriental o seu ventre,

Job 15:3 Argüindo com palavras que de nada servem, e com razões, de que nada aproveita?

Job 15:4 E tu tens feito vão o temor, e diminuis os rogos diante de Deus.

Job 15:5 Porque a tua boca declara a tua iniqüidade; e tu escolhes a língua dos astutos.

Job 15:6 A tua boca te condena, e não eu, e os teus lábios testificam contra ti.

Job 15:7 És tu porventura o primeiro homem que nasceu? Ou foste formado antes dos outeiros?

Job 15:8 Ou ouviste o secreto conselho de Deus e a ti só limitaste a sabedoria?

Job 15:9 Que sabes tu, que nós não saibamos? Que entendes, que não haja em nós?

Job 15:10 Também há entre nós encanecidos e idosos, muito mais idosos do que teu pai.

Job 15:11 Porventura fazes pouco caso das consolações de Deus, e da suave palavra que te dirigimos?

Job 15:12 Por que te arrebata o teu coração, e por que piscam os teus olhos?

Job 15:13 Para virares contra Deus o teu espírito, e deixares sair tais palavras da tua boca?

Job 15:14 Que é o homem, para que seja puro? E o que nasce da mulher, para ser justo?

Job 15:15 Eis que ele não confia nos seus santos, e nem os céus são puros aos seus olhos.

Job 15:16 Quanto mais abominável e corrupto é o homem que bebe a iniqüidade como a água?

Job 15:17 Escuta-me, mostrar-te-ei; e o que tenho visto te contarei

Job 15:18 (O que os sábios anunciaram, ouvindo-o de seus pais, e o não ocultaram;

Job 15:19 Aos quais somente se dera a terra, e nenhum estranho passou por entre eles):

Job 15:20 Todos os dias o ímpio é atormentado, e se reserva, para o tirano, um certo número de anos.

Job 15:21 O sonido dos horrores está nos seus ouvidos; até na paz lhe sobrevém o assolador.

Job 15:22 Não crê que tornará das trevas, mas que o espera a espada.

Job 15:23 Anda vagueando por pão, dizendo: Onde está? Bem sabe que já o dia das trevas lhe está preparado, à mão.

Job 15:24 Assombram-no a angústia e a tribulação; prevalecem contra ele, como o rei preparado para a peleja;

Job 15:25 Porque estendeu a sua mão contra Deus, e contra o Todo-Poderoso se embraveceu.

Job 15:26 Arremete contra ele com a dura cerviz, e contra os pontos grossos dos seus escudos.

Job 15:27 Porquanto cobriu o seu rosto com a sua gordura, e criou gordura nas ilhargas.

Job 15:28 E habitou em cidades assoladas, em casas em que ninguém morava, que estavam a ponto de fazer-se montões de ruínas.

Job 15:29 Não se enriquecerá, nem subsistirá a sua fazenda, nem se estenderão pela terra as suas possessões.

Job 15:30 Não escapará das trevas; a chama do fogo secará os seus renovos, e ao sopro da sua boca desaparecerá.

Job 15:31 Não confie, pois, na vaidade, enganando-se a si mesmo, porque a vaidade será a sua recompensa.

Job 15:32 Antes do seu dia ela se consumará; e o seu ramo não reverdecerá.

Job 15:33 Sacudirá as suas uvas verdes, como as da vide, e deixará cair a sua flor como a oliveira,

Job 15:34 Porque a congregação dos hipócritas se fará estéril, e o fogo consumirá as tendas do suborno.

Job 15:35 Concebem a malícia, e dão à luz a iniqüidade, e o seu ventre prepara enganos.

Jó 16

Job 16:1 Então respondeu Jó, dizendo:

Job 16:2 Tenho ouvido muitas coisas como estas; todos vós sois consoladores molestos.

Job 16:3 Porventura não terão fim essas palavras de vento? Ou o que te irrita, para assim responderes?

Job 16:4 Falaria eu também como vós falais, se a vossa alma estivesse em lugar da minha alma, ou amontoaria palavras contra vós, e menearia contra vós a minha cabeça?

Job 16:5 Antes vos fortaleceria com a minha boca, e a consolação dos meus lábios abrandaria a vossa dor.

Job 16:6 Se eu falar, a minha dor não cessa, e, calando-me eu, qual é o meu alívio?

Job 16:7 Na verdade, agora tu me tens fatigado; tu assolaste toda a minha companhia,

Job 16:8 Testemunha disto é que já me fizeste enrugado, e a minha magreza já se levanta contra mim, e no meu rosto testifica contra mim.

Job 16:9 Na sua ira me despedaçou, e ele me perseguiu; rangeu os seus dentes contra mim; aguça o meu adversário os seus olhos contra mim.

Job 16:10 Abrem a sua boca contra mim; com desprezo me feriram nos queixos, e contra mim se ajuntam todos.

Job 16:11 Entrega-me Deus ao perverso, e nas mãos dos ímpios me faz cair.

Job 16:12 Descansado estava eu, porém ele me quebrantou; e pegou-me pela cerviz, e me despedaçou; também me pós por seu alvo.

Job 16:13 Cercam-me os seus flecheiros; atravessa-me os rins, e não me poupa, e o meu fel derrama sobre a terra,

Job 16:14 Fere-me com ferimento sobre ferimento; arremete contra mim como um valente.

Job 16:15 Cosi sobre a minha pele o cilício, e revolvi a minha cabeça no pó.

Job 16:16 O meu rosto está todo avermelhado de chorar, e sobre as minhas pálpebras está a sombra da morte:

Job 16:17 Apesar de não haver violência nas minhas mãos, e de ser pura a minha oração.

Job 16:18 Ah! terra, não cubras o meu sangue e não haja lugar para ocultar o meu clamor!

Job 16:19 Eis que também agora a minha testemunha está no céu, e nas alturas o meu testemunho está.

Job 16:20 Os meus amigos são os que zombam de mim; os meus olhos se desfazem em lágrimas diante de Deus.

Job 16:21 Ah! se alguém pudesse contender com Deus pelo homem, como o homem pelo seu próximo!

Job 16:22 Porque decorridos poucos anos, eu seguirei o caminho por onde não tornarei.

 

27/Fevereiro – 6a.feira

Isaias 40

Isa 40:1 Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus.

Isa 40:2 Falai benignamente a Jerusalém, e bradai-lhe que já a sua milícia é acabada, que a sua iniqüidade está expiada e que já recebeu em dobro da mão do SENHOR, por todos os seus pecados.

Isa 40:3 Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.

Isa 40:4 Todo o vale será exaltado, e todo o monte e todo o outeiro será abatido; e o que é torcido se endireitará, e o que é áspero se aplainará.

Isa 40:5 E a glória do SENHOR se manifestará, e toda a carne juntamente a verá, pois a boca do SENHOR o disse.

Isa 40:6 Uma voz diz: Clama; e alguém disse: Que hei de clamar? Toda a carne é erva e toda a sua beleza como a flor do campo.

Isa 40:7 Seca-se a erva, e cai a flor, soprando nela o Espírito do SENHOR. Na verdade o povo é erva.

Isa 40:8 Seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente.

Isa 40:9 Tu, ó Sião, que anuncias boas novas, sobe a um monte alto. Tu, ó Jerusalém, que anuncias boas novas, levanta a tua voz fortemente; levanta-a, não temas, e dize às cidades de Judá: Eis aqui está o vosso Deus.

Isa 40:10 Eis que o Senhor DEUS virá com poder e seu braço dominará por ele; eis que o seu galardão está com ele, e o seu salário diante da sua face.

Isa 40:11 Como pastor apascentará o seu rebanho; entre os seus braços recolherá os cordeirinhos, e os levará no seu regaço; as que amamentam guiará suavemente.

Isa 40:12 Quem mediu na concha da sua mão as águas, e tomou a medida dos céus aos palmos, e recolheu numa medida o pó da terra e pesou os montes com peso e os outeiros em balanças?

Isa 40:13 Quem guiou o Espírito do SENHOR, ou como seu conselheiro o ensinou?

Isa 40:14 Com quem tomou ele conselho, que lhe desse entendimento, e lhe ensinasse o caminho do juízo, e lhe ensinasse conhecimento, e lhe mostrasse o caminho do entendimento?

Isa 40:15 Eis que as nações são consideradas por ele como a gota de um balde, e como o pó miúdo das balanças; eis que ele levanta as ilhas como a uma coisa pequeníssima.

Isa 40:16 Nem todo o Líbano basta para o fogo, nem os seus animais bastam para holocaustos.

Isa 40:17 Todas as nações são como nada perante ele; ele as considera menos do que nada e como uma coisa vã.

Isa 40:18 A quem, pois, fareis semelhante a Deus, ou com que o comparareis?

Isa 40:19 O artífice funde a imagem, e o ourives a cobre de ouro, e forja para ela cadeias de prata.

Isa 40:20 O empobrecido, que não pode oferecer tanto, escolhe madeira que não se apodrece; artífice sábio busca, para gravar uma imagem que não se pode mover.

Isa 40:21 Porventura não sabeis? Porventura não ouvis, ou desde o princípio não se vos notificou, ou não atentastes para os fundamentos da terra?

Isa 40:22 Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar;

Isa 40:23 O que reduz a nada os príncipes, e torna em coisa vã os juízes da terra.

Isa 40:24 E mal se tem plantado, mal se tem semeado, e mal se tem arraigado na terra o seu tronco, já se secam, quando ele sopra sobre eles, e um tufão os leva como a pragana.

Isa 40:25 A quem, pois, me fareis semelhante, para que eu lhe seja igual? diz o Santo.

Isa 40:26 Levantai ao alto os vossos olhos, e vede quem criou estas coisas; foi aquele que faz sair o exército delas segundo o seu número; ele as chama a todas pelos seus nomes; por causa da grandeza das suas forças, e porquanto é forte em poder, nenhuma delas faltará.

Isa 40:27 Por que dizes, ó Jacó, e tu falas, ó Israel: O meu caminho está encoberto ao SENHOR, e o meu juízo passa despercebido ao meu Deus?

Isa 40:28 Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fatiga? É inescrutável o seu entendimento.

Isa 40:29 Dá força ao cansado, e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor.

Isa 40:30 Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os moços certamente cairão;

Isa 40:31 Mas os que esperam no SENHOR renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.

Isaias 41

Isa 41:1 Calai-vos perante mim, ó ilhas, e os povos renovem as forças; cheguem-se, e então falem; cheguemo-nos juntos a juízo.

Isa 41:2 Quem suscitou do oriente o justo e o chamou para o seu pé? Quem deu as nações à sua face e o fez dominar sobre reis? Ele os entregou à sua espada como o pó e como pragana arrebatada pelo vento ao seu arco.

Isa 41:3 Ele os persegue e passa em paz, por uma vereda por onde os seus pés nunca tinham caminhado.

Isa 41:4 Quem operou e fez isto, chamando as gerações desde o princípio? Eu o SENHOR, o primeiro, e com os últimos eu mesmo.

Isa 41:5 As ilhas o viram, e temeram; os fins da terra tremeram; aproximaram-se, e vieram.

Isa 41:6 Um ao outro ajudou, e ao seu irmão disse: Esforça-te.

Isa 41:7 E o artífice animou ao ourives, e o que alisa com o martelo ao que bate na bigorna, dizendo da coisa soldada: Boa é. Então com pregos a firma, para que não venha a mover-se.

Isa 41:8 Porém tu, ó Israel, servo meu, tu Jacó, a quem elegi descendência de Abraão, meu amigo;

Isa 41:9 Tu a quem tomei desde os fins da terra, e te chamei dentre os seus mais excelentes, e te disse: Tu és o meu servo, a ti escolhi e nunca te rejeitei.

Isa 41:10 Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.

Isa 41:11 Eis que, envergonhados e confundidos serão todos os que se indignaram contra ti; tornar-se-ão em nada, e os que contenderem contigo, perecerão.

Isa 41:12 Busca-los-ás, porém não os acharás; os que pelejarem contigo, tornar-se-ão em nada, e como coisa que não é nada, os que guerrearem contigo.

Isa 41:13 Porque eu, o SENHOR teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo.

Isa 41:14 Não temas, tu verme de Jacó, povozinho de Israel; eu te ajudo, diz o SENHOR, e o teu redentor é o Santo de Israel.

Isa 41:15 Eis que farei de ti um trilho novo, que tem dentes agudos; os montes trilharás e moerás; e os outeiros tornarás como a pragana.

Isa 41:16 Tu os padejarás e o vento os levará, e o redemoinho os espalhará; mas tu te alegrarás no SENHOR e te gloriarás no Santo de Israel.

Isa 41:17 Os aflitos e necessitados buscam águas, e não há, e a sua língua se seca de sede; eu o SENHOR os ouvirei, eu, o Deus de Israel não os desampararei.

Isa 41:18 Abrirei rios em lugares altos, e fontes no meio dos vales; tornarei o deserto em lagos de águas, e a terra seca em mananciais de água.

Isa 41:19 Plantarei no deserto o cedro, a acácia, e a murta, e a oliveira; porei no ermo juntamente a faia, o pinheiro e o álamo.

Isa 41:20 Para que todos vejam, e saibam, e considerem, e juntamente entendam que a mão do SENHOR fez isto, e o Santo de Israel o criou.

Isa 41:21 Apresentai a vossa demanda, diz o SENHOR; trazei as vossas firmes razões, diz o Rei de Jacó.

Isa 41:22 Tragam e anunciem-nos as coisas que hão de acontecer; anunciai-nos as coisas passadas, para que atentemos para elas, e saibamos o fim delas; ou fazei-nos ouvir as coisas futuras.

Isa 41:23 Anunciai-nos as coisas que ainda hão de vir, para que saibamos que sois deuses; ou fazei bem, ou fazei mal, para que nos assombremos, e juntamente o vejamos.

Isa 41:24 Eis que sois menos do que nada e a vossa obra é menos do que nada; abominação é quem vos escolhe.

Isa 41:25 Suscitei a um do norte, e ele há de vir; desde o nascimento do sol invocará o meu nome; e virá sobre os príncipes, como sobre o lodo e, como o oleiro pisa o barro, os pisará.

Isa 41:26 Quem anunciou isto desde o princípio, para que o possamos saber, ou desde antes, para que digamos: Justo é? Porém não há quem anuncie, nem tampouco quem manifeste, nem tampouco quem ouça as vossas palavras.

Isa 41:27 Eu sou o que primeiro direi a Sião: Eis que ali estão; e a Jerusalém darei um anunciador de boas novas.

Isa 41:28 E quando olhei, não havia ninguém; nem mesmo entre estes, conselheiro algum havia a quem perguntasse ou que me respondesse palavra.

Isa 41:29 Eis que todos são vaidade; as suas obras não são coisa alguma; as suas imagens de fundição são vento e confusão.

Isaias 42

Isa 42:1 Eis aqui o meu servo, a quem sustenho, o meu eleito, em quem se apraz a minha alma; pus o meu espírito sobre ele; ele trará justiça aos gentios.

Isa 42:2 Não clamará, não se exaltará, nem fará ouvir a sua voz na praça.

Isa 42:3 A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; com verdade trará justiça.

Isa 42:4 Não faltará, nem será quebrantado, até que ponha na terra a justiça; e as ilhas aguardarão a sua lei.

Isa 42:5 Assim diz Deus, o SENHOR, que criou os céus, e os estendeu, e espraiou a terra, e a tudo quanto produz; que dá a respiração ao povo que nela está, e o espírito aos que andam nela.

Isa 42:6 Eu, o SENHOR, te chamei em justiça, e te tomarei pela mão, e te guardarei, e te darei por aliança do povo, e para luz dos gentios.

Isa 42:7 Para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos, e do cárcere os que jazem em trevas.

Isa 42:8 Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura.

Isa 42:9 Eis que as primeiras coisas já se cumpriram, e as novas eu vos anuncio, e, antes que venham à luz, vo-las faço ouvir.

Isa 42:10 Cantai ao SENHOR um cântico novo, e o seu louvor desde a extremidade da terra; vós os que navegais pelo mar, e tudo quanto há nele; vós, ilhas, e seus habitantes.

Isa 42:11 Alcem a voz o deserto e as suas cidades, com as aldeias que Quedar habita; exultem os que habitam nas rochas, e clamem do cume dos montes.

Isa 42:12 Dêem a glória ao SENHOR, e anunciem o seu louvor nas ilhas.

Isa 42:13 O SENHOR sairá como pode-roso, como homem de guerra despertará o zelo; clamará, e fará grande ruído, e prevalecerá contra seus inimigos.

Isa 42:14 Por muito tempo me calei; estive em silêncio, e me contive; mas agora darei gritos como a que está de parto, e a todos os assolarei e juntamente devorarei.

Isa 42:15 Os montes e outeiros tornarei em deserto, e toda a sua erva farei secar, e tornarei os rios em ilhas, e as lagoas secarei.

Isa 42:16 E guiarei os cegos pelo caminho que nunca conheceram, fa-los-ei caminhar pelas veredas que não conheceram; tornarei as trevas em luz perante eles, e as coisas tortas farei direitas. Estas coisas lhes farei, e nunca os desampararei.

Isa 42:17 Tornarão atrás e confundir-se-ão de vergonha os que confiam em imagens de escultura, e dizem às imagens de fundição: Vós sois nossos deuses.

Isa 42:18 Surdos, ouvi, e vós, cegos, olhai, para que possais ver.

Isa 42:19 Quem é cego, senão o meu servo, ou surdo como o meu mensageiro, a quem envio? E quem é cego como o que é perfeito, e cego como o servo do SENHOR?

Isa 42:20 Tu vês muitas coisas, mas não as guardas; ainda que tenhas os ouvidos abertos, nada ouves.

Isa 42:21 O SENHOR se agradava dele por amor da sua justiça; engrandeceu-o pela lei, e o fez glorioso.

Isa 42:22 Mas este é um povo roubado e saqueado; todos estão enlaçados em cavernas, e escondidos em cárceres; são postos por presa, e ninguém há que os livre; por despojo, e ninguém diz: Restitui.

Isa 42:23 Quem há entre vós que ouça isto, que atenda e ouça o que há de ser depois?

Isa 42:24 Quem entregou a Jacó por despojo, e a Israel aos roubadores? Porventura não foi o SENHOR, aquele contra quem pecamos, e nos caminhos do qual não queriam andar, não dando ouvidos à sua lei?

Isa 42:25 Por isso derramou sobre eles a indignação da sua ira, e a força da guerra, e lhes pós labaredas em redor; porém nisso não atentaram; e os queimou, mas não puseram nisso o coração.

Isaias 43

Isa 43:1 Mas agora, assim diz o SENHOR que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu.

Isa 43:2 Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti.

Isa 43:3 Porque eu sou o SENHOR teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate, a Etiópia e a Seba em teu lugar.

Isa 43:4 Visto que foste precioso aos meus olhos, também foste honrado, e eu te amei, assim dei os homens por ti, e os povos pela tua vida.

Isa 43:5 Não temas, pois, porque estou contigo; trarei a tua descendência desde o oriente, e te ajuntarei desde o ocidente.

Isa 43:6 Direi ao norte: Dá; e ao sul: Não retenhas; trazei meus filhos de longe e minhas filhas das extremidades da terra.

Isa 43:7 A todos os que são chamados pelo meu nome e os que criei para a minha glória, os formei, e também os fiz.

Isa 43:8 Trazei o povo cego, que tem olhos; e os surdos, que têm ouvidos.

Isa 43:9 Todas as nações se congreguem, e os povos se reúnam; quem dentre eles pode anunciar isto, e fazer-nos ouvir as coisas antigas? Apresentem as suas testemunhas, para que se justifiquem, e se ouça, e se diga: Verdade é.

Isa 43:10 Vós sois as minhas testemunhas, diz o SENHOR, e meu servo, a quem escolhi; para que o saibais, e me creiais, e entendais que eu sou o mesmo, e que antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá.

Isa 43:11 Eu, eu sou o SENHOR, e fora de mim não há Salvador.

Isa 43:12 Eu anunciei, e eu salvei, e eu o fiz ouvir, e deus estranho não houve entre vós, pois vós sois as minhas testemunhas, diz o SENHOR; eu sou Deus.

Isa 43:13 Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?

Isa 43:14 Assim diz o SENHOR, vosso Redentor, o Santo de Israel: Por amor de vós enviei a Babilônia, e a todos fiz descer como fugitivos, os caldeus, nos navios com que se vangloriavam.

Isa 43:15 Eu sou o SENHOR, vosso Santo, o Criador de Israel, vosso Rei.

Isa 43:16 Assim diz o SENHOR, o que preparou no mar um caminho, e nas águas impetuosas uma vereda;

Isa 43:17 O que fez sair o carro e o cavalo, o exército e a força; eles juntamente se deitaram, e nunca se levantarão; estão extintos; como um pavio se apagaram.

Isa 43:18 Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas.

Isa 43:19 Eis que faço uma coisa nova, agora sairá à luz; porventura não a percebeis? Eis que porei um caminho no deserto, e rios no ermo.

Isa 43:20 Os animais do campo me honrarão, os chacais, e os avestruzes; porque porei águas no deserto, e rios no ermo, para dar de beber ao meu povo, ao meu eleito.

Isa 43:21 A esse povo que formei para mim; o meu louvor relatarão.

Isa 43:22 Contudo tu não me invocaste a mim, ó Jacó, mas te cansaste de mim, ó Israel.

Isa 43:23 Não me trouxeste o gado miúdo dos teus holocaustos, nem me honraste com os teus sacrifícios; não te fiz servir com ofertas, nem te fatiguei com incenso.

Isa 43:24 Não me compraste por dinheiro cana aromática, nem com a gordura dos teus sacrifícios me satisfizeste, mas me deste trabalho com os teus pecados, e me cansaste com as tuas iniqüidades.

Isa 43:25 Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro.

Isa 43:26 Faze-me lembrar; entremos juntos em juízo; conta tu as tuas razões, para que te possas justificar.

Isa 43:27 Teu primeiro pai pecou, e os teus intérpretes prevaricaram contra mim.

Isa 43:28 Por isso profanei os príncipes do santuário; e entreguei Jacó ao anátema, e Israel ao opróbrio.

Isaias 44

Isa 44:1 Agora, pois, ouve, ó Jacó, servo meu, e tu, ó Israel, a quem escolhi.

Isa 44:2 Assim diz o SENHOR que te criou e te formou desde o ventre, e que te ajudará: Não temas, ó Jacó, servo meu, e tu, Jesurum, a quem escolhi.

Isa 44:3 Porque derramarei água sobre o sedento, e rios sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade, e a minha bênção sobre os teus descendentes.

Isa 44:4 E brotarão como a erva, como salgueiros junto aos ribeiros das águas.

Isa 44:5 Este dirá: Eu sou do SENHOR; e aquele se chamará do nome de Jacó; e aquele outro escreverá com a sua mão ao SENHOR, e por sobrenome tomará o nome de Israel.

Isa 44:6 Assim diz o SENHOR, Rei de Israel, e seu Redentor, o SENHOR dos Exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus.

Isa 44:7 E quem proclamará como eu, e anunciará isto, e o porá em ordem perante mim, desde que ordenei um povo eterno? E anuncie-lhes as coisas vindouras, e as que ainda hão de vir.

Isa 44:8 Não vos assombreis, nem temais; porventura desde então não vo-lo fiz ouvir, e não vo-lo anunciei? Porque vós sois as minhas testemunhas. Porventura há outro Deus fora de mim? Não, não há outra Rocha que eu conheça.

Isa 44:9 Todos os artífices de imagens de escultura são vaidade, e as suas coisas mais desejáveis são de nenhum préstimo; e suas próprias testemunhas, nada vêem nem entendem para que sejam envergonhados.

Isa 44:10 Quem forma um deus, e funde uma imagem de escultura, que é de nenhum préstimo?

Isa 44:11 Eis que todos os seus companheiros ficarão confundidos, pois os mesmos artífices não passam de homens; ajuntem-se todos, e levantem-se; assombrar-se-ão, e serão juntamente confundidos.

Isa 44:12 O ferreiro, com a tenaz, trabalha nas brasas, e o forma com martelos, e o lavra com a força do seu braço; ele tem fome e a sua força enfraquece, e não bebe água, e desfalece.

Isa 44:13 O carpinteiro estende a régua, desenha-o com uma linha, aplaina-o com a plaina, e traça-o com o compasso; e o faz à semelhança de um homem, segundo a forma de um homem, para ficar em casa.

Isa 44:14 Quando corta para si cedros, toma, também, o cipreste e o carvalho; assim escolhe dentre as árvores do bosque; planta um olmeiro, e a chuva o faz crescer.

Isa 44:15 Então serve ao homem para queimar; e toma deles, e se aquenta, e os acende, e coze o pão; também faz um deus, e se prostra diante dele; também fabrica uma imagem de escultura, e ajoelha-se diante dela.

Isa 44:16 Metade dele queima no fogo, com a outra metade prepara a carne para comer, assa-a e farta-se dela; também se aquenta, e diz: Ora já me aquentei, já vi o fogo.

Isa 44:17 Então do resto faz um deus, uma imagem de escultura; ajoelha-se diante dela, e se inclina, e roga-lhe, e diz: Livra-me, porquanto tu és o meu deus.

Isa 44:18 Nada sabem, nem entendem; porque tapou os olhos para que não vejam, e os seus corações para que não entendam.

Isa 44:19 E nenhum deles cai em si, e já não têm conhecimento nem entendimento para dizer: Metade queimei no fogo, e cozi pão sobre as suas brasas, assei sobre elas carne, e a comi; e faria eu do resto uma abominação? Ajoelhar-me-ei ao que saiu de uma árvore?

Isa 44:20 Apascenta-se de cinza; o seu coração enganado o desviou, de maneira que já não pode livrar a sua alma, nem dizer: Porventura não há uma mentira na minha mão direita?

Isa 44:21 Lembra-te destas coisas, ó Jacó, e Israel, porquanto és meu servo; eu te formei, meu servo és, ó Israel, não me esquecerei de ti.

Isa 44:22 Apaguei as tuas transgressões como a névoa, e os teus pecados como a nuvem; torna-te para mim, porque eu te remi.

Isa 44:23 Cantai alegres, vós, ó céus, porque o SENHOR o fez; exultai vós, as partes mais baixas da terra; vós, montes, retumbai com júbilo; também vós, bosques, e todas as suas árvores; porque o SENHOR remiu a Jacó, e glorificou-se em Israel.

Isa 44:24 Assim diz o SENHOR, teu redentor, e que te formou desde o ventre: Eu sou o SENHOR que faço tudo, que sozinho estendo os céus, e espraio a terra por mim mesmo;

Isa 44:25 Que desfaço os sinais dos inventores de mentiras, e enlouqueço os adivinhos; que faço tornar atrás os sábios, e converto em loucura o conhecimento deles;

Isa 44:26 Que confirmo a palavra do seu servo, e cumpro o conselho dos seus mensageiros; que digo a Jerusalém: Tu serás habitada, e às cidades de Judá: Sereis edificadas, e eu levantarei as suas ruínas;

Isa 44:27 Que digo à profundeza: Seca-te, e eu secarei os teus rios.

Isa 44:28 Que digo de Ciro: É meu pastor, e cumprirá tudo o que me apraz, dizendo também a Jerusalém: Tu serás edificada; e ao templo: Tu serás fundado.

 

28/Fevereiro – Sábado

Mateus 20

Mat 20:1 Porque o reino dos céus é semelhante a um homem, pai de família, que saiu de madrugada a assalariar trabalhadores para a sua vinha.

Mat 20:2 E, ajustando com os trabalhadores a um dinheiro por dia, mandou-os para a sua vinha.

Mat 20:3 E, saindo perto da hora terceira, viu outros que estavam ociosos na praça,

Mat 20:4 E disse-lhes: Ide vós também para a vinha, e dar-vos-ei o que for justo. E eles foram.

Mat 20:5 Saindo outra vez, perto da hora sexta e nona, fez o mesmo.

Mat 20:6 E, saindo perto da hora undécima, encontrou outros que estavam ociosos, e perguntou-lhes: Por que estais ociosos todo o dia?

Mat 20:7 Disseram-lhe eles: Porque ninguém nos assalariou. Diz-lhes ele: Ide vós também para a vinha, e recebereis o que for justo.

Mat 20:8 E, aproximando-se a noite, diz o senhor da vinha ao seu mordomo: Chama os trabalhadores, e paga-lhes o jornal, começando pelos derradeiros, até aos primeiros.

Mat 20:9 E, chegando os que tinham ido perto da hora undécima, receberam um dinheiro cada um.

Mat 20:10 Vindo, porém, os primeiros, cuidaram que haviam de receber mais; mas do mesmo modo receberam um dinheiro cada um.

Mat 20:11 E, recebendo-o, murmuravam contra o pai de família,

Mat 20:12 Dizendo: Estes derradeiros trabalharam só uma hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos a fadiga e a calma do dia.

Mat 20:13 Mas ele, respondendo, disse a um deles: Amigo, não te faço agravo; não ajustaste tu comigo um dinheiro?

Mat 20:14 Toma o que é teu, e retira-te; eu quero dar a este derradeiro tanto como a ti.

Mat 20:15 Ou não me é lícito fazer o que quiser do que é meu? Ou é mau o teu olho porque eu sou bom?

Mat 20:16 Assim os derradeiros serão primeiros, e os primeiros derradeiros; porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.

Mat 20:17 E, subindo Jesus a Jerusalém, chamou de parte os seus doze discípulos, e no caminho disse-lhes:

Mat 20:18 Eis que vamos para Jerusalém, e o Filho do homem será entregue aos príncipes dos sacerdotes, e aos escribas, e condena-lo-ão à morte.

Mat 20:19 E o entregarão aos gentios para que dele escarneçam, e o açoitem e crucifiquem, e ao terceiro dia ressuscitará.

Mat 20:20 Então se aproximou dele a mãe dos filhos de Zebedeu, com seus filhos, adorando-o, e fazendo-lhe um pedido.

Mat 20:21 E ele diz-lhe: Que queres? Ela respondeu: Dize que estes meus dois filhos se assentem, um à tua direita e outro à tua esquerda, no teu reino.

Mat 20:22 Jesus, porém, respondendo, disse: Não sabeis o que pedis. Podeis vós beber o cálice que eu hei de beber, e ser batizados com o batismo com que eu sou batizado? Dizem-lhe eles: Podemos.

Mat 20:23 E diz-lhes ele: Na verdade bebereis o meu cálice e sereis batizados com o batismo com que eu sou batizado, mas o assentar-se à minha direita ou à minha esquerda não me pertence dá-lo, mas é para aqueles para quem meu Pai o tem preparado.

Mat 20:24 E, quando os dez ouviram isto, indignaram-se contra os dois irmãos.

Mat 20:25 Então Jesus, chamando-os para junto de si, disse: Bem sabeis que pelos príncipes dos gentios são estes dominados, e que os grandes exercem autoridade sobre eles.

Mat 20:26 Não será assim entre vós; mas todo aquele que quiser entre vós fazer-se grande seja vosso serviçal;

Mat 20:27 E, qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, seja vosso servo;

Mat 20:28 Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.

Mat 20:29 E, saindo eles de Jericó, seguiu-o grande multidão.

Mat 20:30 E eis que dois cegos, assentados junto do caminho, ouvindo que Jesus passava, clamaram, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de nós!

Mat 20:31 E a multidão os repreendia, para que se calassem; eles, porém, cada vez clamavam mais, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de nós!

Mat 20:32 E Jesus, parando, chamou-os, e disse: Que quereis que vos faça?

Mat 20:33 Disseram-lhe eles: Senhor, que os nossos olhos sejam abertos.

Mat 20:34 Então Jesus, movido de íntima compaixão, tocou-lhes nos olhos, e logo viram; e eles o seguiram.

Mateus 21

Mat 21:1 E, quando se aproximaram de Jerusalém, e chegaram a Betfagé, ao Monte das Oliveiras, enviou, então, Jesus dois discípulos, dizendo-lhes:

Mat 21:2 Ide à aldeia que está defronte de vós, e logo encontrareis uma jumenta presa, e um jumentinho com ela; desprendei-a, e trazei-mos.

Mat 21:3 E, se alguém vos disser alguma coisa, direis que o Senhor os há de mister; e logo os enviará.

Mat 21:4 Ora, tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta, que diz:

Mat 21:5 Dizei à filha de Sião: Eis que o teu Rei aí te vem, Manso, e assentado sobre uma jumenta, E sobre um jumentinho, filho de animal de carga.

Mat 21:6 E, indo os discípulos, e fazendo como Jesus lhes ordenara,

Mat 21:7 Trouxeram a jumenta e o jumentinho, e sobre eles puseram as suas vestes, e fizeram-no assentar em cima.

Mat 21:8 E muitíssima gente estendia as suas vestes pelo caminho, e outros cortavam ramos de árvores, e os espalhavam pelo caminho.

Mat 21:9 E a multidão que ia adiante, e a que seguia, clamava, dizendo: Hosana ao Filho de Davi; bendito o que vem em nome do Senhor. Hosana nas alturas!

Mat 21:10 E, entrando ele em Jerusalém, toda a cidade se alvoroçou, dizendo: Quem é este?

Mat 21:11 E a multidão dizia: Este é Jesus, o profeta de Nazaré da Galiléia.

Mat 21:12 E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas;

Mat 21:13 E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões.

Mat 21:14 E foram ter com ele no templo cegos e coxos, e curou-os.

Mat 21:15 Vendo, então, os principais dos sacerdotes e os escribas as maravilhas que fazia, e os meninos clamando no templo: Hosana ao Filho de Davi, indignaram-se,

Mat 21:16 E disseram-lhe: Ouves o que estes dizem? E Jesus lhes disse: Sim; nunca lestes: Pela boca dos meninos e das criancinhas de peito tiraste o perfeito louvor?

Mat 21:17 E, deixando-os, saiu da cidade para Betânia, e ali passou a noite.

Mat 21:18 E, de manhã, voltando para a cidade, teve fome;

Mat 21:19 E, avistando uma figueira perto do caminho, dirigiu-se a ela, e não achou nela senão folhas. E disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti! E a figueira secou imediatamente.

Mat 21:20 E os discípulos, vendo isto, maravilharam-se, dizendo: Como secou imediatamente a figueira?

Mat 21:21 Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Em verdade vos digo que, se tiverdes fé e não duvidardes, não só fareis o que foi feito à figueira, mas até se a este monte disserdes: Ergue-te, e precipita-te no mar, assim será feito;

Mat 21:22 E, tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis.

Mat 21:23 E, chegando ao templo, acercaram-se dele, estando já ensinando, os príncipes dos sacerdotes e os anciãos do povo, dizendo: Com que autoridade fazes isto? e quem te deu tal autoridade?

Mat 21:24 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Eu também vos perguntarei uma coisa; se ma disserdes, também eu vos direi com que autoridade faço isto.

Mat 21:25 O batismo de João, de onde era? Do céu, ou dos homens? E pensavam entre si, dizendo: Se dissermos: Do céu, ele nos dirá: Então por que não o crestes?

Mat 21:26 E, se dissermos: Dos homens, tememos o povo, porque todos consideram João como profeta.

Mat 21:27 E, respondendo a Jesus, disseram: Não sabemos. Ele disse-lhes: Nem eu vos digo com que autoridade faço isto.

Mat 21:28 Mas, que vos parece? Um homem tinha dois filhos, e, dirigindo-se ao primeiro, disse: Filho, vai trabalhar hoje na minha vinha.

Mat 21:29 Ele, porém, respondendo, disse: Não quero. Mas depois, arrependendo-se, foi.

Mat 21:30 E, dirigindo-se ao segundo, falou-lhe de igual modo; e, respondendo ele, disse: Eu vou, senhor; e não foi.

Mat 21:31 Qual dos dois fez a vontade do pai? Disseram-lhe eles: O primeiro. Disse-lhes Jesus: Em verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes entram adiante de vós no reino de Deus.

Mat 21:32 Porque João veio a vós no caminho da justiça, e não o crestes, mas os publicanos e as meretrizes o creram; vós, porém, vendo isto, nem depois vos arrependestes para o crer.

Mat 21:33 Ouvi, ainda, outra parábola: Houve um homem, pai de família, que plantou uma vinha, e circundou-a de um valado, e construiu nela um lagar, e edificou uma torre, e arrendou-a a uns lavradores, e ausentou-se para longe.

Mat 21:34 E, chegando o tempo dos frutos, enviou os seus servos aos lavradores, para receber os seus frutos.

Mat 21:35 E os lavradores, apoderando-se dos servos, feriram um, mataram outro, e apedrejaram outro.

Mat 21:36 Depois enviou outros servos, em maior número do que os primeiros; e eles fizeram-lhes o mesmo.

Mat 21:37 E, por último, enviou-lhes seu filho, dizendo: Terão respeito a meu filho.

Mat 21:38 Mas os lavradores, vendo o filho, disseram entre si: Este é o herdeiro; vinde, matemo-lo, e apoderemo-nos da sua herança.

Mat 21:39 E, lançando mão dele, o arrastaram para fora da vinha, e o mataram.

Mat 21:40 Quando, pois, vier o senhor da vinha, que fará àqueles lavradores?

Mat 21:41 Dizem-lhe eles: Dará afrontosa morte aos maus, e arrendará a vinha a outros lavradores, que a seu tempo lhe dêem os frutos.

Mat 21:42 Diz-lhes Jesus: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra, que os edificadores rejeitaram, Essa foi posta por cabeça do ângulo; Pelo Senhor foi feito isto, E é maravilhoso aos nossos olhos?

Mat 21:43 Portanto, eu vos digo que o reino de Deus vos será tirado, e será dado a uma nação que dê os seus frutos.

Mat 21:44 E, quem cair sobre esta pedra, despedaçar-se-á; e aquele sobre quem ela cair ficará reduzido a pó.

Mat 21:45 E os príncipes dos sacerdotes e os fariseus, ouvindo estas palavras, entenderam que falava deles;

Mat 21:46 E, pretendendo prendê-lo, recearam o povo, porquanto o tinham por profeta.

Mateus 22

Mat 22:1 Então Jesus, tomando a palavra, tornou a falar-lhes em parábolas, dizendo:

Mat 22:2 O reino dos céus é semelhante a um certo rei que celebrou as bodas de seu filho;

Mat 22:3 E enviou os seus servos a chamar os convidados para as bodas, e estes não quiseram vir.

Mat 22:4 Depois, enviou outros servos, dizendo: Dizei aos convidados: Eis que tenho o meu jantar preparado, os meus bois e cevados já mortos, e tudo já pronto; vinde às bodas.

Mat 22:5 Eles, porém, não fazendo caso, foram, um para o seu campo, outro para o seu tráfico;

Mat 22:6 E os outros, apoderando-se dos servos, os ultrajaram e mataram.

Mat 22:7 E o rei, tendo notícia disto, encolerizou-se e, enviando os seus exércitos, destruiu aqueles homicidas, e incendiou a sua cidade.

Mat 22:8 Então diz aos servos: As bodas, na verdade, estão preparadas, mas os convidados não eram dignos.

Mat 22:9 Ide, pois, às saídas dos caminhos, e convidai para as bodas a todos os que encontrardes.

Mat 22:10 E os servos, saindo pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons; e a festa nupcial foi cheia de convidados.

Mat 22:11 E o rei, entrando para ver os convidados, viu ali um homem que não estava trajado com veste de núpcias.

Mat 22:12 E disse-lhe: Amigo, como entraste aqui, não tendo veste nupcial? E ele emudeceu.

Mat 22:13 Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.

Mat 22:14 Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.

Mat 22:15 Então, retirando-se os fariseus, consultaram entre si como o surpreenderiam nalguma palavra;

Mat 22:16 E enviaram-lhe os seus discípulos, com os herodianos, dizendo: Mestre, bem sabemos que és verdadeiro, e ensinas o caminho de Deus segundo a verdade, e de ninguém se te dá, porque não olhas a aparência dos homens.

Mat 22:17 Dize-nos, pois, que te parece? É lícito pagar o tributo a César, ou não?

Mat 22:18 Jesus, porém, conhecendo a sua malícia, disse: Por que me experimentais, hipócritas?

Mat 22:19 Mostrai-me a moeda do tributo. E eles lhe apresentaram um dinheiro.

Mat 22:20 E ele diz-lhes: De quem é esta efígie e esta inscrição?

Mat 22:21 Dizem-lhe eles: De César. Então ele lhes disse: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.

Mat 22:22 E eles, ouvindo isto, maravilharam-se, e, deixando-o, se retiraram.

Mat 22:23 No mesmo dia chegaram junto dele os saduceus, que dizem não haver ressurreição, e o interrogaram,

Mat 22:24 Dizendo: Mestre, Moisés disse: Se morrer alguém, não tendo filhos, casará o seu irmão com a mulher dele, e suscitará descendência a seu irmão.

Mat 22:25 Ora, houve entre nós sete irmãos; e o primeiro, tendo casado, morreu e, não tendo descendência, deixou sua mulher a seu irmão.

Mat 22:26 Da mesma sorte o segundo, e o terceiro, até ao sétimo;

Mat 22:27 Por fim, depois de todos, morreu também a mulher.

Mat 22:28 Portanto, na ressurreição, de qual dos sete será a mulher, visto que todos a possuíram?

Mat 22:29 Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.

Mat 22:30 Porque na ressurreição nem casam nem são dados em casamento; mas serão como os anjos de Deus no céu.

Mat 22:31 E, acerca da ressurreição dos mortos, não tendes lido o que Deus vos declarou, dizendo:

Mat 22:32 Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó? Ora, Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos.

Mat 22:33 E, as turbas, ouvindo isto, ficaram maravilhadas da sua doutrina.

Mat 22:34 E os fariseus, ouvindo que ele fizera emudecer os saduceus, reuniram-se no mesmo lugar.

Mat 22:35 E um deles, doutor da lei, interrogou-o para o experimentar, dizendo:

Mat 22:36 Mestre, qual é o grande mandamento na lei?

Mat 22:37 E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.

Mat 22:38 Este é o primeiro e grande mandamento.

Mat 22:39 E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

Mat 22:40 Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.

Mat 22:41 E, estando reunidos os fariseus, interrogou-os Jesus,

Mat 22:42 Dizendo: Que pensais vós do Cristo? De quem é filho? Eles disseram-lhe: De Davi.

Mat 22:43 Disse-lhes ele: Como é então que Davi, em espírito, lhe chama Senhor, dizendo:

Mat 22:44 Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, Até que eu ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés?

Mat 22:45 Se Davi, pois, lhe chama Senhor, como é seu filho?

Mat 22:46 E ninguém podia responder-lhe uma palavra; nem desde aquele dia ousou mais alguém interrogá-lo.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Categorias


%d blogueiros gostam disto: